Menu

Imprensa-250x250abertJuridica 250x2501novoParlamentar 250x250Assessoria Técnica

FacebookTwitterGoogle BookmarksLinkedin

Clipping de Notícias

Espaço da ‘Voz do Brasil’ poderia ser aproveitado com entretenimento e serviço, especialmente para ouvintes que estão voltando do trabalho para casa, engarrafados no trânsito

  • Ler: 80 vezes
POR CÉLIO CAMPOS 07/10/2017 - O Globo Os mais antigos certamente se lembram do Projeto Minerva, um programa educativo, criado no período militar e que era veiculado obrigatoriamente todos os dias por duas horas nas rádios brasileiras. Era um período em que o sistema de transmissão AM (amplitude modulada) tinha ondas curtas e tropicais, algo impensável nos dias de hoje tão high tech. O projeto foi criado nos anos 70 como uma espécie de ensino à distância, cujo objetivo era solucionar os problemas educacionais com a implantação de uma cadeia de rádio e televisão educativa para a massa, utilizando métodos…

O Rádio no Celular - Por Carmen Lucia Rocha Dummar Azulai, Presidente da Acert

  • Ler: 294 vezes
Em vários momentos da história brasileira, a radiodifusão teve papel importante na formação de uma identidade nacional, nas transmissões em caso de emergência e outras situações diversas. Atualmente, muito além da segurança, o grande número de emissoras de rádio e sua capilaridade, permite a milhões de usuários o acesso à cultura e informações locais e diversificadas, garantindo a pluralidade, tão valiosa para a democracia.

"Vai ser uma experiência nova de ver TV", diz presidente da Abert sobre o sinal digital

  • Ler: 343 vezes
Fabio Gadotti Notícias do Dia O setor de radiodifusão catarinense lançou durante a semana a campanha de desligamento da TV analógica na Grande Florianópolis. A partir de 31 de janeiro do ano que vem, os moradores da Capital, São José, Palhoça, Biguaçu e Paulo Lopes terão transmissão exclusivamente digital. O planejamento prevê que até dezembro de 2018 mais de 1.,3 mil cidades já estejam sem o sinal analógico.

Para Abert, debate sobre consolidações mídia/telecom deve considerar competidores via Internet

  • Ler: 3256 vezes
Teletime terça-feira, 14 de fevereiro de 2017SAMUEL POSSEBON Para o presidente da Abert e vice-presidente institucional do Grupo Globo, Paulo Tonet Camargo, a discussão sobre a possibilidade das empresas de mídia e as empresas de telecomunicações se consolidarem no Brasil não pode ser feito sem que se tenha em vista um movimento maior, de competição das empresas de Internet. Para ele, estas empresas produzem conteúdos, distribuem conteúdos, vendem publicidade "e não dão nenhuma bola para os reguladores".
Assinar este feed RSS

rss

 

SiteLock