Menu

Imprensa-250x250abertJuridica 250x2501novoParlamentar 250x250Assessoria Técnica

FacebookTwitterGoogle BookmarksLinkedin

Artigos

Tradição do rádio tem dias contados

  • Acessos:: 238 vezes
Correio Popular – Campinas Por Gustavo Abdel “Em Brasília, 19 horas!”. O jargão mais antigo do rádio poderá perder o sentido caso a flexibilização do horário de apresentação da Voz do Brasil seja aprovada pelos senadores até o dia 22 de novembro. Essa semana, a Câmara dos Deputados aprovou Medida Provisória 742/16 que permite às emissoras de rádio transmitirem o programa entre as 19h e 21h, e não obrigatoriamente às 19h como ocorre há mais de 80 anos.

Uma resposta duvidosa

  • Acessos:: 971 vezes
Opinião Seis anos atrás, o STF (Supremo Tribunal Federal) declarou que a antiga Lei de Imprensa, publicada durante a ditadura militar, não era compatível com a Constituição Federal.

O PT e o controle da mídia

  • Acessos:: 7192 vezes
Folha de São Paulo Opinião - Marco Regulatório O PT e o controle da mídiaEm uma democracia, é melhor o estrago feito por jornalistas mal-intencionados do que o amordaçamento da mídia e os limites de opiniãoREGIS DE OLIVEIRA Por vezes, é divulgado que o PT busca mecanismos legais para subordinar a mídia. Segundo a afirmativa básica do partido, é preciso inocular dose de responsabilidade na mídia porque a burguesia é que a domina. Instrumentos sociais devem limitar as "mentiras" e "deturpações" veiculadas nas mídias.

“PLANTEI MADRUGADA EM TEUS CABELOS - 13” *

  • Acessos:: 1682 vezes
Egresso das centenas de graus centígrados de uma oficina de jornal diário, era, agora aos 13 anos de idade, um fascinado aluno do Ginásio da Bahia, o que me permitia trabalhar na sucursal em Salvador do jornal “Estado de São Paulo” como datilógrafo e copiador de notícias.

Opinião: Invencível, o rádio troca de pele mais uma vez

  • Acessos:: 1895 vezes
Propaganda & Marketing  Mercado - Rádio Publicado 22 de Janeiro de 2015 Sem tevê, telefone ou internet, só nos restou o rádio, descreve Rafael Colombo, apresentador da Rádio e TV Bandeirantes por Rafael Colombo* Sofia, minha filha de um ano e meio, espalhou quase todos os brinquedos no chão. Mal dá para enxergá-los. Estamos sem energia elétrica já faz algum tempo. Da varanda de casa, eu e Marcela, minha mulher, acompanhamos preocupados a força do vento que dobra as árvores lá embaixo. As nuvens carregadas anteciparam o fim da tarde de calor. Mais um temporal. Sem tevê, telefone ou internet,…
Assinar este feed RSS

rss

 

SiteLock