×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 62
JFile: :read: Incapaz de abrir arquivo: /home/abertor/public_html/web/media/k2/assets/js/jquery.magnific-popup.min.js?v2.7.1
JFile: :read: Incapaz de abrir arquivo: /home/abertor/public_html/web/media/k2/assets/js/k2.frontend.js?v2.7.1&sitepath=/web/
JFile: :read: Incapaz de abrir arquivo: /home/abertor/public_html/web/plugins/system/jcemediabox/js/jcemediabox.js?0c56fee23edfcb9fbdfe257623c5280e
Menu

Imprensa-250x250abertJuridica 250x2501novoParlamentar 250x250Assessoria Técnica

FacebookTwitterGoogle BookmarksLinkedin

Congresso da Radiodifusão se encerra em Brasília

balanco_congresso262012Emanuel CarneiroA 26ª edição do Congresso Brasileiro de Radiodifusão terminou nesta quinta-feira, 21, em Brasília, com um balanço “altamente positivo”, conforme nota divulgada pela Abert, entidade de rádio e televisão que representa mais de 3 mil emissoras comerciais. (Acesse aqui toda a cobertura do evento).

Assinada pelo presidente da associação, Emanuel Carneiro, a nota destaca três pontos principais.

O primeiro é a garantia do governo, dada pelo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, de que o novo marco legal da comunicação eletrônica será discutido com todos os setores sociais e de que “seu conteúdo respeitará os princípios de liberdade de expressão e de imprensa, sem impor qualquer tipo de controle sobre os veículos de comunicação no país”.


O segundo é o anúncio de que a definição do padrão digital do rádio brasileiro sairá até o fim deste ano, e de que o Ministério das Comunicações vai “trabalhar no processo de migração do rádio AM para os canais 5 e 6 de televisão”.

E o terceiro, o compromisso do ministério de “modernizar a sua gestão, através da melhoria dos processos e do aperfeiçoamento dos sistemas de informação, contando com a atuação da Câmara de Políticas de Gestão, Desempenho e Competitividade e o apoio do Movimento Brasil Competitivo”.

Líderes empesariais do setor de radiodifusão e autoridades estiveram presentes no evento, como o vice-presidente das Organizações Globo, João Roberto Marinho, a representante do SBT, Renata Abravanel, e o coordenador da Câmara de Políticas de Gestão, Desempenho e Competitividade (Presidência da República), Jorge Gerdau. (veja aqui depoimentos de quem prestigiou o evento).


Durante os três dias do congresso, 25 painéis e palestras do congresso e do seminário técnico trataram de temas como regulação, outorgas, convergência, tecnologia e liberdade de imprensa. Ao todo, 2.088, pessoas participaram do evento, realizado no Centro de Convenções Brasil 21.

Paralelamente ao Congresso e ao Seminário, aconteceu a maior feira de tecnologia de radiodifusão da América Latina, com novidades no mercado de equipamentos.

Para Emanuel Carneiro, além de reforçar a importância da radiodifusão para o Brasil e funcionar como espaço para a aquisição de conhecimentos e troca de informações, o Congresso serviu de palco onde autoridades e gestores públicos firmaram importantes compromissos com o setor.

Com o tema “O Brasil e o mundo grátis”, o 26º Congresso Brasileiro de Radiodifusão celebrou os 90 anos do rádio e os 50 anos da Abert.
Última modificação emSegunda, 20 Maio 2013 23:44
voltar ao topo

Mais recentes

Mais acessadas

rss

 

SiteLock