Menu

Imprensa-250x250abertJuridica 250x2501novoParlamentar 250x250Assessoria Técnica

FacebookTwitterGoogle BookmarksLinkedin

Senado homenageia Rede Amazônica pelos 45 anos no ar

A Rede Amazônica, maior grupo de comunicação da região norte, completa no mês de setembro 45 anos de existência. Para comemorar, será realizado no dia 19 de setembro, às 11h, Sessão Solene no plenário do Senado Federal em comemoração ao trabalho da emissora. Afiliada da Rede Globo, a Rede Amazônica está presente nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia e Roraima com conteúdo televisivo, rádio e online.

O primeiro produto da rede Amazônica a ser criado foi a TV Amazonas, que teve a primeira transmissão em 1º de setembro de 1972. Nos próximos anos, a emissora passou a investir nos demais estados do norte do país, inaugurando a TV Rondônia e TV Acre em 1974, TV Amapá e TV Roraima em 1975. A emissora realizou grandes marcos ao longo dos anos: foi a primeira geradora em cores no Brasil e a primeira a retransmitir programas de forma não simultânea. As fitas videocassetes eram levadas de diferentes meios de transporte, terrestre, aéreo ou marítimo.

Em 1985 nasceu a Amazonas FM. Depois surgiram as rádios afiliadas dos demais estados, como a Acre FM, Amapá FM, CBN Amazônia e Princesa do Solimões AM. Na internet produzem conteúdo para o G1 Ariquemes e Vale do Jamari (RO), Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Vilhena e Cone Sul (RO), e pelo Globo Esporte Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia e Roraima.

Por fim, em 1988 o grupo lançou o canal por satélite Amazon Sat para transmissão de conteúdos da região por meio de operadoras de televisão por assinatura.

Hoje a emissora tem 5 geradoras, 5 estações em UHD, 8 minigeradoras e 202 retransmissoras.

O Presidente do Senado, Eunício Oliveira, realizará a solenidade à pedido do senador Omar Aziz e pelo deputado federal, Pauderney Avelino, ambos amazonenses. Para participar da Sessão Solene é preciso confirmar presença pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone (61) 3303-3388.

voltar ao topo

Mais recentes

Mais acessadas

rss

 

SiteLock