assbrasilradiotv

YouTube

@abertbr

Twitter

abertbr

Instagram

ABERT.RadioeTV

Facebook

Sexta, 04 Setembro 2020 17:47

TV ANO 70: muitas histórias a caminho

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

A partir do próximo mês, a história da TV aberta, desde as primeiras transmissões, em 18 de setembro de 1950, até os dias atuais, será contada no site comemorativo abert.org.br/memoria.

As sete décadas da televisão no Brasil estão no projeto TV ANO 70, desenvolvido pela ABERT, com apoio das emissoras associadas.

Além de vídeos e áudios históricos, a homenagem à televisão brasileira, referência mundial em qualidade de programação, estará em edições especiais do Papo ABERT, encontro virtual que contará com a participação de personalidades que estão no dia a dia do brasileiro.

“São 70 anos, levando informação, diversão e serviços da mais alta qualidade a todos os rincões deste que é um país continental. A TV aberta está sempre se reinventando para oferecer informação, diversão e serviços da mais alta qualidade. Qualidade com credibilidade e valores de brasilidade”, afirma o presidente da ABERT, Paulo Tonet Camargo.

Numa parceria com o portal Tela Viva, serão publicadas matérias sobre a importância da TV aberta brasileira.

Para comemorar a data, no dia 18 de setembro, será lançado o primeiro volume do livro “TV Tupi: do tamanho do Brasil”, de autoria do coordenador do projeto Memória ABERT, Elmo Francfort, escrito em parceria com o pesquisador e jornalista Maurício Viel.

De acordo com o também jornalista e pesquisador Elmo Francfort, “contar a história da TV brasileira é algo fascinante, é mostrar o papel de um meio dinâmico e vibrante, que faz a integração de um país inteiro como o nosso. Ao levar arte, cultura, notícias e entretenimento aos pontos mais distantes, a TV aberta mostra porque está no ar há 70 anos”.

Acesse o nosso portal: abert.org.br/memoria e acompanhe todas as novidades que estão por vir!

 

 

WhatsApp Image 2020 08 12 at 17.15.26 1

Acessos: 130 vezes Última modificação em Sexta, 04 Setembro 2020 17:48

Itens relacionados (por marcador)

  • Evento virtual analisa crescimento do rádio durante pandemia Evento virtual analisa crescimento do rádio durante pandemia

    O presidente da ABERT, Flávio Lara Resende, participou, na quinta-feira (17), de encontro virtual realizado pela In Press Oficina. Batizado de Arena de Ideias, o ciclo de debates abordou o tema “Sintonia e informação: a importância e crescimento do Rádio durante a pandemia”.

    Participaram também o jornalista da rádio CBN, escritor e palestrante Milton Jung, o fundador e diretor geral da Agência Radioweb, Paulo Gilvane Borges, e a sócia-diretora da In Press Oficina e especialista em gestão de crise e reputação, Patrícia Marins. A moderação foi feita pela diretora do Núcleo de Relacionamento com Poder Público da empresa, Fernanda Lambach.

    Lara Resende destacou o aumento expressivo da audiência de emissoras de radiodifusão durante a pandemia. Segundo ele, além de fornecer notícias com credibilidade, as emissoras de rádio se reinventaram na forma de oferecer entretenimento. “Dentro de casa, as famílias começaram a conviver mais intimamente e passaram a debater temas atuais”, afirmou.

    Na semana de comemoração das sete décadas da chegada da televisão no país, o presidente da ABERT reforçou ainda que o processo de digitalização do meio foi exemplo internacional, por conseguir atender às expectativas de empresas de grande e pequeno porte que atuam no setor.

    Também participante do evento, Milton Jung expressou preocupação com o aumento de notícias falsas em circulação. “A grande diferença é que a notícia que passa por checagem tem CNPJ e CPF. Quando erramos, pagamos com nossos empregos, com a justiça, com a perda da credibilidade da empresa”, ressaltou.

    Apesar da crise gerada por setores que disseminam desinformação, Jung vê o momento como oportunidade para a revalorização do jornalismo profissional. No entanto, reforçou, a qualidade do conteúdo só será mantida mediante investimento financeiro no segmento.

    Sócia-diretora da agência responsável pelo encontro virtual, Patrícia Marins reforçou que o rádio se firma cada vez mais como veículo de massa por ter caráter comunitário e por promover cidadania, aproximando cidadãos de diversas camadas sociais que, em sua opinião, serão cada vez mais responsáveis por produzir conteúdo para as emissoras. “O advento da tecnologia, somado à prestação de serviço à comunidade, será explosivo. Esse é o futuro, a derivação que essa pandemia deixará como legado”, acredita.

     Diretor geral da Agência Radioweb, Paulo Gilvane Borges destacou pesquisas que apontam que, durante a crise sanitária, cerca de 20% dos brasileiros passaram a ouvir mais rádio. Para ele, o meio soube aproveitar o surgimento de novas mídias e as utiliza como aliadas para amplificar seu alcance. “Mesmo que surjam novas tecnologias, o rádio encontrará uma forma de se adaptar”, ressaltou.

     

     

    In Press

  • Papo ABERT inicia ciclo de homenagens à TV Papo ABERT inicia ciclo de homenagens à TV

    Com uma edição especial sobre os 70 anos da primeira transmissão da TV aberta no Brasil, o Papo ABERT iniciou, nesta quinta-feira (17), o ciclo de encontros online em homenagem ao meio, considerado o preferido do brasileiro.

    Durante o encontro, conduzido pelo presidente da ABERT, Flávio Lara Resende, o idealizador do Projeto TV ANO 70, Elmo Francfort, falou sobre os lançamentos e novidades que a ABERT preparou para lembrar a data, comemorada no dia 18 de setembro.

    Ao lado do jornalista Maurício Viel, Francfort falou sobre o e-book “TV Tupi: do tamanho do Brasil”, escrito pela dupla de pesquisadores entrevistados e que tem a parceria da ABERT.

    O conteúdo do primeiro volume estará disponível, a partir desta sexta-feira (18), no portal www.abert.org.br/memoria, lançado pela ABERT na quarta-feira (16). Francfort estimulou os leitores a compartilhar experiências pessoais na área interativa do site, disponível no campo “Participe”. “Com essa plataforma, esperamos receber histórias que a radiodifusão não tem ideia que aconteceram”, explica o autor.

    Viel lembrou que foram três anos e meio de trabalho para descobrir quem eram e o que pensavam os profissionais das emissoras. Além de informar, Francfort acredita que o livro poderá motivar o setor a buscar saídas criativas para os problemas surgidos com a pandemia de COVID-19. “Há muita gente se perguntando o que será de sua emissora. Mas o futuro existe, o futuro está aqui”, defendeu.

    Diferentemente de outras publicações do gênero, que enfatizam o aspecto artístico da história da TV, a obra lança os holofotes sobre as experiências dos telespectadores e a memória dos radiodifusores que atuaram nos bastidores, permitindo que a mágica acontecesse. “O livro, que traz conteúdo inédito também é uma grande homenagem a esses pioneiros”, explicou Viel. Os dois volumes complementares serão lançados até dezembro.

    Francfort falou ainda sobre o lançamento da campanha “Aberta para você”, que terá atividades até dezembro, com o primeiro vídeo, disponível para veiculação gratuita pelas emissoras, nesta sexta-feira (18). Ao longo dos próximos meses, ainda estão previstos podcasts temáticos e uma exposição virtual.

    Na terça-feira (22), a partir de 17h, a atriz e pioneira do rádio Eva Wilma abrirá a rodada de entrevistas especiais do Papo ABERT.

     

     

    WhatsApp Image 2020 09 17 at 21.03.04

  • ABERT lança portal de memórias da TV ABERT lança portal de memórias da TV

    Na véspera da celebração dos 70 anos da chegada da TV no Brasil, a ABERT lançou um portal dedicado a homenagear o veiculo e a resgatar a história do meio no país. Desenvolvido pelo jornalista e pesquisador Elmo Francfort, o site entrou no ar na quarta-feira (16) e reúne vasto e variado conteúdo, dividido em seis subtemas.

    No tópico “Linha do Tempo”, o portal apresenta datas e fatos relevantes que consolidaram o meio como paixão nacional. De junho de 1939 a dezembro de 2007, visita momentos memoráveis da radiodifusão brasileira, como a primeira demonstração de um aparelho em funcionamento, em uma feira realizada no Rio de Janeiro, até o lançamento da TV digital no país.

    Olhando para o passado, as matérias postadas no campo “De Memória” contam fatos saborosos sobre ícones da TV brasileira, como o apresentador Silvio Santos e o Jornal Nacional. Também há referência aos mascotes, a exemplo do Coelho Bandeirante, primeira logomarca da TV Bandeirantes, e do indiozinho que anunciava a extinta TV Tupi.

    Nos espaços “Midiateca” e “História Agora”, estão disponíveis reportagens atuais sobre a história da televisão, além de personagens e programas inesquecíveis do imaginário brasileiro, como a apresentadora Hebe Camargo e a novela Velho Chico, sem deixar de fora conteúdos jornalístico, infantil, e análises sobre a TV digital.

    A trajetória da ABERT ganhou um capítulo especial. No tópico “Quem Somos”, é possível acessar a história da ABERT, e conhecer, dentre outros documentos históricos, a primeira logomarca, a galeria de presidentes e as circunstâncias da criação da Associação.

    A plataforma ainda destinou espaço de destaque para a interatividade. No tópico “Conte sua História”, o internauta pode preencher um formulário e compartilhar com leitores do portal suas memórias relacionadas à televisão.

     

    Para acessar clique em www.abert.org.br/memoria

     

     

    WhatsApp Image 2020 09 17 at 11.45.31

  • Minicom divulga lista final de canais de rede Minicom divulga lista final de canais de rede

     O Ministério das Comunicações publicou, nesta quarta-feira (16), a Portaria n° 829, contendo a lista dos canais de rede das concessionárias do serviço de radiodifusão de sons e imagens (TV).

    A relação está disponível no site do Minicom https://www.gov.br/mcom/canalderede, e será atualizada na medida em que as emissoras se tornem ou deixem de ser elegíveis ao canal de rede, de acordo com os critérios legais.

    O Canal de Rede é o grupo de três ou mais canais digitais iguais, consignados a estações geradoras ou retransmissoras de uma mesma concessionária do serviço de radiodifusão de sons e imagens, em um mesmo estado ou no Distrito Federal, e permite a expansão das redes das emissoras de maneira célere e com o uso otimizado do espectro.

    “A publicação da lista final de canais de rede pelo Minicom atende um pedido do setor de radiodifusão, e possibilita novas consignações de canais para a continuidade da digitalização da TV aberta”, afirma Cristiano Lobato Flores, diretor geral da ABERT.

  • Vedações na programação de rádio e TV começam na quinta-feira Vedações na programação de rádio e TV começam na quinta-feira

    A partir desta quinta-feira (17), começam as vedações nas programações ou noticiários das emissoras de rádio e televisão durante o período das eleições municipais de 2020.

    De acordo com a Lei das Eleições (9.504/1997), as emissoras de rádio e TV não poderão transmitir, ainda que sob a forma de entrevista jornalística, imagens de realização de pesquisa ou de qualquer outro tipo de consulta popular de natureza eleitoral em que seja possível identificar o entrevistado ou que haja manipulação de dados.

    A lei eleitoral também proíbe a veiculação de propaganda política e o tratamento privilegiado a candidato, partido ou coligação pelas emissoras.
    Outra vedação é veicular ou divulgar filmes, novelas, minisséries ou qualquer outro programa com alusão ou crítica a candidato ou partido político, mesmo que dissimuladamente, exceto programas jornalísticos ou debates políticos.

    A legislação proíbe ainda a divulgação de nome de programa que faça referência a candidato escolhido em convenção, ainda quando preexistente, inclusive se coincidente com o nome do candidato ou com a variação nominal por ele adotada.

    O gerente jurídico da ABERT, Rodolfo Salema, alerta que as emissoras devem ficar atentas às proibições na programação, pois o descumprimento das regras é punível com elevadas multas e, até mesmo, com a suspensão da programação. “A restrição imposta pela legislação tem o intuito de evitar abusos das emissoras, com o propósito de favorecer ou prejudicar determinado candidato e gerar desequilíbrio no pleito eleitoral”, explica Salema.

Image
Associação Brasileira de Emissoras
de Rádio e Televisão.

SAF Sul Quadra 02 Ed. Via Esplanada Sala 101 - 70.070-600 - Brasília - DF
+55 61 2104-4600
abert@abert.org.br

© Copyright 2020 ABERT. Associaçāo Brasileira de Emissoras de Rádio e Tv