Menu

Imprensa-250x250abertJuridica 250x2501novoParlamentar 250x250Assessoria Técnica

mobiabert streaming banner web final

FacebookTwitterGoogle BookmarksLinkedin

Repórter fotográfico de jornal online é preso durante protesto no RJ

Portal Imprensa
Últimas Notícias - Imprensa

Redação Portal IMPRENSA | 17/10/2013 12:30

Na noite da última terça-feira (15/10), o repórter fotográfico Ruy Barros, do jornal online independente Zona de Conflito, foi preso durante os protestos na Cinelândia, região central do Rio de Janeiro (RJ). Segundo o editor, Marco de Sordi, ele foi detido próximo à Praça Floriano e encaminhado para a 37ª DP, na Ilha do Governador.

De acordo com O Estado de S.Paulo, o editor do jornal informou que Barros fazia a cobertura fotográfica do confronto entre black blocs e policiais para uma reportagem a ser exibida na Holanda. No entanto, ao ser preso, o jornalista descobriu que será processado por incêndio criminoso, roubo, depredação do patrimônio público e formação de quadrilha ou bando.

De Sordi afirmou que o trabalho dos advogados da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ), do Instituto de Defensores dos Direitos Humanos (IDDH) e do próprio jornal foi dificultado. "Mesmo os familiares conversaram com Ruy só rapidamente. Só puderam entregar uma garrafa d'água e um pacote de biscoitos, já que ele ficou muito tempo sem comer", disse.

Para ele, o temor é que Barros, que teria sido levado para um presídio em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, fique preso por vários dias. "Como ele foi autuado em flagrante, é preciso que ele entre no sistema [prisional] primeiro, para só depois os advogados poderem entrar com pedido de relaxamento da prisão. Acho que isso pode levar uma semana", explicou.

Segundo o editor, a postura da publicação incomoda a polícia do Rio. Esta é a segunda vez que um profissional do jornal é detido pela Polícia Militar durante protestos. "Isso não faz sentido. Ruy é primário, tem profissão, trabalho e emprego fixo”, acrescentou De Sordi.

voltar ao topo

rss

 

SiteLock