SP: apenas 70% dos kits digitais serão entregues até data prevista para desligamento do sinal analógico
0800.940.2104

Telefone

abert@abert.org.br

E-mail

ABERT.RadioeTV

Facebook

@abertbr

Twitter

Sexta, 27 Janeiro 2017 09:43

SP: apenas 70% dos kits digitais serão entregues até data prevista para desligamento do sinal analógico

Escrito por

Assegurar que 1,8 milhão de domicílios beneficiários dos programas sociais do governo federal, como Luz para Todos, Minha Casa Minha Vida e Bolsa Família, por exemplo, recebam os kits digitais gratuitos, é o grande desafio para o desligamento do sinal analógico de TV em São Paulo e nas cidades vizinhas à capital paulista, previsto para 29 de março.

O cronograma inicial preocupa os radiodifusores e a Seja Digital, empresa responsável pela digitalização da TV no Brasil.

De acordo com o presidente da Seja Digital, Antonio Carlos Marteletto, até a data prevista, apenas 70% dos kits terão sido entregues. Isso significa que 2,5 milhões de pessoas ficarão sem receber o equipamento, composto por conversor, antena externa, cabos e conectores. Até o momento, a Seja Digital afirma que apenas 240 mil kits foram entregues na região (5,8%).

De acordo com portaria do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), 90% dos domicílios de São Paulo e mais 39 cidades da região metropolitana têm que estar aptos a receber o sinal digital terrestre de TV aberta para que as transmissões analógicas sejam totalmente desligadas.

Por causa do atraso na distribuição dos kits, em função de indefinições nas especificações dos conversores, a Seja Digital pediu ao governo que o desligamento seja adiado em 120 dias, prazo viável para distribuição total dos equipamentos. A solicitação ainda não recebeu resposta do MCTIC.

A expectativa agora é com o resultado da pesquisa do Ibope que, na próxima terça-feira (31), apontará o grau de digitalização de São Paulo. Caso o número alcance 85%, por exemplo, a ABERT acredita que o governo deverá decidir por manter a data prevista inicialmente, já que o percentual de 90% de digitalização poderá ser alcançado até o dia 29 de março. Mas se o percentual ficar em torno de 75%, por exemplo, a data deverá ser repensada.

O diretor geral da ABERT Luis Roberto Antonik ressalta que, caso a estimativa de entrega de apenas 70% dos kits se concretize, quase 600 mil domicílios paulistas ficarão sem acesso à TV digital.

“O processo de desligamento em São Paulo é muito importante e necessita ser priorizado. Por isso é preciso cautela com a situação. Temos plena consciência que todos estão preocupados em desligar, mas é indispensável pensar nas famílias de baixa renda que serão afetadas por causa dos atrasos no planejamento e entrega dos kits conversores. O que não pode acontecer é deixar 600 mil domicílios, ou quase 2,5 milhões de pessoas sem acesso à programação da televisão livre, aberta e gratuita, que muitas vezes é o único meio de entretenimento e informação dessas famílias”, disse Antonik.

Para agendar a retirada do kit, é preciso acessar o site www.sejadigital.com.br ou ligar para o 147. A ligação é gratuita.

Image
Associação Brasileira de Emissoras
de Rádio e Televisão.

SAF Sul Quadra 02 Ed. Via Esplanada Sala 101 - 70.070-600 - Brasília - DF
+55 61 2104-4600
abert@abert.org.br