NOTA DE REPÚDIO
0800.940.2104

Telefone

abert@abert.org.br

E-mail

ABERT.RadioeTV

Facebook

@abertbr

Twitter

Terça, 31 Outubro 2017 17:34

NOTA DE REPÚDIO

Escrito por

logonovo2014

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) repudia veementemente a agressão da procuradora da Prefeitura Municipal de Tucuruí (PA), Glaucia Rodrigues Brasil Oliveira, contra a equipe do Sistema Floresta de Comunicação/SBT, durante reportagem sobre uma operação da Polícia Civil, na manhã desta segunda-feira (30).

A repórter Rosa Bezerra de Macedo e o repórter cinematográfico Pedro Móia de Souza Júnior faziam cobertura jornalística do cumprimento de mandados de prisão temporária, condução coercitiva e busca e apreensão de documentos relacionados ao caso do assassinato do prefeito de Tucuruí, Jones Willian, ocorrido em julho deste ano, quando a procuradora tentou interromper as filmagens e chamou os profissionais de “palhaços”.

Além disso, Glaucia Oliveira empurrou a jornalista e deu um tapa no equipamento de filmagem.

A imprensa tem como missão apurar fatos de interesse público e qualquer tentativa de impedir que jornalistas exerçam seu trabalho viola o direito constitucional da sociedade de acesso à informação.

A ABERT condena atos como o da procuradora Glaucia Oliveira, que demonstram o desconhecimento do real papel da imprensa, e pede às autoridades responsáveis a apuração dos fatos.

A ABERT é uma organização fundada em 1962, que representa 3,6 mil emissoras privadas de rádio e televisão no país, e tem por missão a defesa da liberdade de expressão em todas as suas formas.

Image
Associação Brasileira de Emissoras
de Rádio e Televisão.

SAF Sul Quadra 02 Ed. Via Esplanada Sala 101 - 70.070-600 - Brasília - DF
+55 61 2104-4600
abert@abert.org.br