NOTA DE REPÚDIO
0800.940.2104

Telefone

abert@abert.org.br

E-mail

ABERT.RadioeTV

Facebook

@abertbr

Twitter

Segunda, 06 Novembro 2017 18:02

NOTA DE REPÚDIO

Escrito por

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) repudia com veemência a agressão sofrida pelo repórter fotográfico Paulo Soares, do Jornal O Estado, durante cobertura de um protesto de moradores por melhorias na infraestrutura da Rua da Vala, em São Luís (MA), na manhã desta segunda-feira (6).

O fotojornalista registrava imagens da prisão de um manifestante quando foi agredido com um soco por um policial militar. A câmera fotográfica foi derrubada e o profissional sofreu uma luxação na mão.

Apesar de se identificar como imprensa, o PM insistiu em impedir o trabalho do repórter fotográfico. Qualquer tentativa de proibir a atuação de profissionais da comunicação viola o direito constitucional da sociedade de acesso à informação de interesse público.

Ações policiais como esta demonstram o desconhecimento do real papel da imprensa. A ABERT pede a apuração dos fatos e a punição do responsável, além de uma melhor preparação dos agentes públicos no trato com jornalistas.

A ABERT é uma organização fundada em 1962, que representa 3,6 mil emissoras privadas de rádio e televisão no país, e tem por missão a defesa da liberdade de expressão em todas as suas formas.

Image
Associação Brasileira de Emissoras
de Rádio e Televisão.

SAF Sul Quadra 02 Ed. Via Esplanada Sala 101 - 70.070-600 - Brasília - DF
+55 61 2104-4600
abert@abert.org.br