NOTA DE REPÚDIO
0800.940.2104

Telefone

abert@abert.org.br

E-mail

ABERT.RadioeTV

Facebook

@abertbr

Twitter

Quarta, 30 Maio 2018 16:42

NOTA DE REPÚDIO

Escrito por

logo abert

NOTA DE REPÚDIO

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) repudia veementemente as agressões sofridas pela equipe da EPTV de São Carlos, afiliada da Rede Globo, nesta quarta-feira (30), durante cobertura da paralisação dos caminhoneiros, na cidade de Leme (SP).

O cinegrafista Marlon Tavoni e o auxiliar Janesi Rigo foram agredidos com pedradas, socos e pontapés por caminhoneiros que bloqueavam a rodovia. A repórter Patrícia Moser conseguiu fugir para pedir ajuda.

Além da agressão, a equipe teve os equipamentos destruídos e o carro depredado.

A ABERT condena todo tipo de violência, em especial, contra jornalistas no exercício da profissão. Atos como este são fruto da intolerância e desconhecimento do real papel da imprensa.

Qualquer tentativa de impedir o trabalho dos jornalistas é um ataque ao direito da sociedade de acesso às informações de interesse público.

A ABERT pede às autoridades locais a apuração rigorosa dos fatos e a punição dos responsáveis.

Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

A ABERT é uma organização fundada em 1962, que representa 3,6 mil emissoras privadas de rádio e televisão no país, e tem por missão a defesa da liberdade de expressão em todas as suas formas.

Image
Associação Brasileira de Emissoras
de Rádio e Televisão.

SAF Sul Quadra 02 Ed. Via Esplanada Sala 101 - 70.070-600 - Brasília - DF
+55 61 2104-4600
abert@abert.org.br