TV digital é foco de debates no SET Expo 2018
0800.940.2104

Telefone

abert@abert.org.br

E-mail

ABERT.RadioeTV

Facebook

@abertbr

Twitter

Sexta, 31 Agosto 2018 14:49

TV digital é foco de debates no SET Expo 2018

Escrito por

O processo de digitalização da TV no Brasil, a migração do rádio AM para o FM e as inovações para o setor de radiodifusão foram alguns dos temas debatidos no SET Expo 2018, um dos maiores eventos de tecnologia para mídia e entretenimento da América Latina, que reuniu engenheiros de telecomunicações, profissionais de rádio e TV e estudantes de diversas áreas da engenharia no Centro de Convenções Expo Center Norte, em São Paulo (SP).

Em um dos painéis sobre a TV digital e os desafios até 2023, data do fim das transmissões analógicas no Brasil, o diretor de Tecnologia da TV Globo, Raymundo Barros, afirmou que a solução para a continuação do sucesso do desligamento passapelo compartilhamento de infraestrutura. “Essa solução já está sendo realizada em uma parceria entre as emissoras de televisão e a ABERT, na cidade de Tiradentes (MG). Uma única antena pode contar com até seis transmissores instalados. Isso dividiria o custo de digitalização”, disse.

O gerente de engenharia da TV Globo, Francisco Peres, também ressaltou a importância do grupo de compartilhamento de infraestrutura criado pela ABERT.

“Além de diminuir custos, essa relação entre as emissoras vai ser fundamental na interiorização da TV digital”, disse Peres, ao lembrar que o Brasil fechará 2018 com 1.378 municípios recebendo apenas o sinal digital de TV. O número corresponde a 25% das cidades brasileiras. As outras 4,2 mil cidades continuarão com sinal digital e analógico até 2023.

Migração AM/FM

A migração do rádio AM para o FM também foi destaque no SET Expo 2018. O diretor de Rádio da ABERT, André Cintra, apresentou um panorama da migração no país.

Cintra ressaltou que o sucesso da migração se deve a vários fatores, como, por exemplo, a possibilidade de diminuição de potência por parte das emissoras, com a liberação de espaço e a exclusão de canais vagos do Plano Básico de Distribuição de Canais de Radiodifusão Sonora em Frequência Modula (PBFM).

Até o momento, das 1.622 emissoras que solicitaram a migração, 1.150 já têm canal disponível na faixa atual sem a necessidade de espera da faixa estendida.

Cintra afirmou ainda que a ANATEL deve liberar consulta pública para novos canais em mais cidades brasileiras. “Nos próximos dias, serão 6 canais em Belém (PA). E até o final do ano, devemos conseguir a migração em algumas cidades como Londrina, Cascavel, Piraquara e Maringá, no Paraná, e São José do Rio Preto e São Carlos, em São Paulo” , afirmou Cintra.

Feira de Produtos e Serviços

Paralelamente ao SET EXPO 2018, aconteceu a Feira de Produtos, com a exposição de 400 empresas de vários países. Mais de 10 mil pessoas passaram pelo espaço e puderam conhecer os novos equipamentos disponíveis para o setor de radiodifusão e engenharia.

Image
Associação Brasileira de Emissoras
de Rádio e Televisão.

SAF Sul Quadra 02 Ed. Via Esplanada Sala 101 - 70.070-600 - Brasília - DF
+55 61 2104-4600
abert@abert.org.br