Menu

Imprensa-250x250abertJuridica 250x2501novoParlamentar 250x250Assessoria Técnica

FacebookTwitter

ABERT apoia campanha pela liberdade de expressão na Nicarágua

Há quase seis meses, a Nicarágua vivencia repetidos casos de violações à liberdade de imprensa e de expressão. Desde o início dos protestos contra o governo do presidente Daniel Ortega, em 18 de abril, diversos meios de comunicação foram atacados pelo governo e grupos civis simpáticos a Ortega. O recente histórico de censuras, violências e crimes custou, inclusive, a vida do jornalista Ángel Gahona.

Preocupada com o agravamento dos casos, a Associação Internacional de Radiodifusão (AIR) lançou uma campanha que disponibiliza quatro spots e dois vídeos em espanhol para serem reproduzidos gratuitamente pelas emissoras (para baixar, clique aqui).

“Bloqueio a sinais de televisões, roubo de materiais de trabalho de equipes jornalísticas, ataques a veículos e instalações dos meios de comunicação acontecem constantemente no governo de Daniel Ortega. Sem liberdade de expressão, não há democracia”, afirma o material disponibilizado pela AIR, entidade que representa 17 mil emissoras de rádio e TV das emissoras de rádio e televisão nas Américas, Ásia e Europa.

A ABERT, parceira da associação internacional, apoia a campanha. A ação da AIR atende à Resolução do Conselho Diretivo, firmado em Brasília, no dia 15 de maio deste ano, que condena “energeticamente todos os atos de violência e censura cometidos contra jornalistas e meios de comunicação na Nicarágua”.

O documento exige das autoridades do país a garantia do direito à liberdade de expressão e informação, além de uma “investigação rápida e eficaz para identificar e levar à justiça os responsáveis pelo assassinato do jornalista Angel Gahona e os outros crimes graves”.

De acordo com presidente da ABERT, Paulo Tonet Camargo, "Como fiel defensora da liberdade de imprensa e expressão, a ABERT repudia os desmedidos atos de violência, como os que têm acontecido na Nicarágua. Apoiamos a AIR e aproveitamos para destacar a importância da livre e necessária atuação da imprensa, um dos pilares da democracia de um país”.

voltar ao topo

Mais recentes

Mais acessadas

rss

 

SiteLock