ABERT.RadioeTV

Facebook

@abertbr

Twitter

Perfil
Associado
Login
Associado

Notícias

Quarta, 10 Abril 2019 13:51

Café da Manhã da Radiodifusão tem público recorde em Las Vegas

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)


Mais de 140 radiodifusores brasileiros lotaram a sala Monet do Hotel Bellagio, em Las Vegas, durante café da manhã promovido pela ABERT, em parceria com a Associação das Emissoras de Rádio e Televisão do Estado de São Paulo (AESP), na terça-feira (9).

O público recorde está participando da NABSHOW 2019, considerada a maior feira mundial de equipamentos e serviços para as áreas de tecnologia, rádio, TV e entretenimento.

Durante o encontro da ABERT, os radiodifusores tiveram a oportunidade de compartilhar experiências com o vice-presidente do Departamento de Tecnologia e administrador do Comitê de Rádio da NAB (National Association of Broadcasters), David Layer, que apresentou dados sobre as mudanças no comportamento do público americano com o uso das smart-speakers (caixas de som inteligentes).

De acordo com Layer, o tradicional receptor de rádio AM e FM está em extinção nos lares americanos, mas as smart-speakers têm impulsionado o consumo de rádio por streaming.

O levantamento aponta que a audiência do rádio está em transformação e o cenário é positivo: 25% dos ouvintes usam o dispositivo para escutar música pelo rádio e 15% para notícias e programas de conversação. Já 28% usam para perguntas gerais e 27% para as condições do tempo.

Layer destacou ainda que a combinação entre rádio híbrido - com recepção do sinal pelo ar, de AM, FM, analógico e digital, e uso da internet para outros dados, como detalhes da programação - e rádio digital pode ser um caminho promissor para o meio. Sistemas como esse foram apresentados em um modelo da montadora Audi, em exposição na NABSHOW, e, segundo Layer, permitem uma integração entre essas tecnologias, provendo mais experiências aos usuários. Para Layer, quanto mais rádios automotivos embarquem a tecnologia, mais relevante o rádio será.

Consumo de rádio pelos jovens

David Layer também chamou a atenção para o consumo de rádio pelos jovens nos Estados Unidos. Ouvir música segue em alta e estável em relação aos anos anteriores: 31% preferem ouvir rádio pelo meio tradicional, enquanto 27% ouvem por streaming. Para o público entre 16 e 19 anos, o rádio tem a preferência de 12%, enquanto 60% preferem ouvir por streaming.

25% do público geral ouvem música por smartphones. Já 30% preferem pelo rádio AM/FM, mas os números variam nas faixas dos jovens entre 16 e 19 anos: 45% ouvem por smartphones, e 7%, no receptor.

ABERT pede conclusão de migração AM/FM e digitalização da TV

Em discurso na abertura do Café da Manhã da Radiodifusão Brasileira, o conselheiro da ABERT, Flávio Lara Resende, ressaltou dados de pesquisa que mostram a confiança que a população brasileira tem nas notícias veiculadas pelo rádio (64%) e pela televisão (61%). Ele lembrou que apenas entre 11% e 17% consideram as redes sociais confiáveis e criticou a assimetria regulatória que envolve o mundo digital.

“Empresas que se dizem de tecnologia distribuem informação e entretenimento, vendendo espaços publicitários. Ou seja, têm o mesmo produto que temos e se financiam no mesmo mercado, mas não aceitam similaridade de regras, como, por exemplo, a responsabilidade”, afirmou.

Lara Resende defendeu a desregulamentação da radiodifusão e disse que o setor espera ver concluídas as políticas públicas em andamento, como a migração do rádio AM para o FM e a implementação da TV digital.

Também o presidente da AESP, Paulo Machado de Carvalho Neto (Paulito) defendeu a urgente liberação da faixa FM estendida e afirmou  que não existem impedimentos técnicos para que não seja realizada de imediato. 

Além de empresários e profissionais de rádio e TV e jornalistas, participaram do Café da Manhã do Radiodifusão Brasileira, o secretário de Radiodifusão do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Elifas Gurgel, o diretor de Radiodifusão Comercial, Flávio Lima, o conselheiro da Anatel, Moisés Moreira, o assessor Dulcídio Pedrosa e os deputados David Soares (DEM-SP), Cleber Verde (PRB-MA) e Júlio César Ribeiro (PRB-DF).

Gordon Smith destaca valor da radiodifusão

Na segunda-feira (8), o presidente da NAB (National Association of Broadcasters) Gordon Smith, afirmou durante a inauguração da NABSHOW 2019, que “todos têm uma história para contar”, numa referência ao tema deste ano “Every story starts here”. Para ele, “a história de um radiodifusor é a história de um herói”. A NABSHOW 2019, aconteceu em Las Vegas, entre os dias 6 e 11 de abril.

EUA querem simetria regulatória

Em encontro promovido pela Associação Internacional de Radiodifusão (AIR), na segunda-feira (8), o presidente da NAB (National Association of Broadcasters), Gordon Smith, falou sobre o futuro da radiodifusão e se mostrou bastante confiante com o jornalismo, segundo ele, “mais necessário do que nunca”. Para Gordon Smith, “os radiodifusores que investirem em tecnologia e conteúdo com foco no local serão sempre relevantes”. De acordo com Gordon Smith, “nos Estados Unidos, começa a ficar claro que as redes sociais são o marco zero das fake news e democratas e republicanos estão discutindo o que fazer com as grandes empresas de tecnologia, já que a assimetria regulatória precisa ser equalizada”.

Participaram do encontro em um hotel de Las Vegas (EUA), conselheiros da ABERT e integrantes do Conselho Diretor da AIR.

Image
Associação Brasileira de Emissoras
de Rádio e Televisão.

SAF Sul Quadra 02 Ed. Via Esplanada Sala 101 - 70.070-600 - Brasília - DF
+55 61 2104-4600
abert@abert.org.br

© Copyright 2019 ABERT. Associaçāo Brasileira de Emissoras de Rádio e Tv