assbrasilradiotv

YouTube

@abertbr

Twitter

abertbr

Instagram

ABERT.RadioeTV

Facebook

Notícias

Quinta, 17 Outubro 2019 18:38

AGERT recebe radiodifusores em Canela

A migração das emissoras de rádio da faixa AM para FM será tema de debate durante a 25ª edição do Congresso Gaúcho de Rádio e Televisão, que acontece de 22 a 24 de outubro, em Canela (RS). O painel contará com a moderação do diretor geral da ABERT, Cristiano Lobato Flores, e a participação de Vanessa Cristina Monteiro, especialista em regulação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e de Samir de Oliveira Cunha Ramos, coordenador geral de Outorgas do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). 

Também serão abordados temas como a extensão da faixa FM, de modo a acomodar as emissoras remanejadas, e o Sistema Mosaico, ferramenta desenvolvida pela Anatel para automatizar a inclusão e o licenciamento de estações de radiodifusão. 

Realizado pela Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão (AGERT), o evento promoverá, ainda, uma feira de equipamentos tecnológicos destinados ao setor de radiodifusão.

De acordo com o presidente da AGERT, Roberto Cervo Melão, a iniciativa representa uma oportunidade de renovação do mercado de notícias. “O setor se transforma em uma nova história que está sendo escrita pela radiodifusão”, reforça.

Entre os palestrantes confirmados estão o secretário especial de Comunicação da Presidência da República, Fábio Wajngarten, o CEO do grupo Jovem Pan, Roberto Araújo, e o comentarista de Economia da TV Globo, João Borges.

O fundador da Escola de Marketing de Alta Performance e Inovação (EMAPI/Unisinos), Juan Pablo Boeira, e o diretor da empresa de educação corporativa Atingire, Edilberto Camalionte, também foram escalados como conferencistas. Representando o grupo RBS, estarão a vice-presidente de Produtos e Operações, Andiara Petterle, e o diretor de Marketing do grupo, Marcelo Leite.

Maiores informações pelo telefone: (51) 3212-2200.

SERVIÇO:

25º Congresso Gaúcho de Rádio e Televisão

Data: 22 a 24 de outubro

Local: Hotel Vestena, Canela (RS)

O Conselho de Comunicação Social (CCS) do Congresso Nacional aprovou por unanimidade, na segunda-feira (7), parecer do conselheiro Sydney Sanches sobre a atuação das empresas de tecnologia no Brasil.

De acordo com o texto, o Congresso Nacional e a sociedade devem discutir a responsabilização judicial de plataformas digitais como Facebook e WhatsApp, entre outras.

O parecer segue a mesma linha de resolução do CENP (Conselho Executivo das Normas-Padrão), aprovada em 16 de julho, que reconheceu o Google, Facebook, Instagram e YouTube como veículos de divulgação ou comunicação, para os efeitos da legislação.

De acordo com o CENP, “todo e qualquer ente jurídico que tenha auferido receitas decorrentes de propaganda" deve ser considerado veículo de mídia.

O CENP estabelece regras comerciais do mercado publicitário em comum acordo entre anunciantes, agências e veículos, e, com a resolução, englobou também os sites de busca, redes sociais, vídeo, áudio, display e outros.

Historicamente, Facebook e Google se definem como empresas de tecnologia, o que as isenta de responsabilidade sobre o conteúdo publicado, apesar das vultosas receitas publicitárias que recebem.

No parecer, o CCS conclui que a equivalência de mercado entre os meios digitais e os profissionais permitirá uma maior responsabilidade na difusão das informações, "que são muitas das vezes descontroladas, nocivas e prejudiciais aos interesses coletivos e à democracia".

“Nossa legislação é insuficiente e precisa ser aprimorada, buscando evitar que a monetização sem controle torne-se uma ferramenta para ações de desinformação e danos coletivos, que afetam a democracia e a segurança jurídica”, afirma Sydney Sanches.

 

Durante dois dias, o SET Centro-Oeste 2019 reuniu radiodifusores, profissionais de rádio e TV e estudantes de engenharia e comunicação em Goiânia (GO), para discutir tecnologia e negócios para mídia e entretenimento.

Organizado pela SET (Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão), o evento foi o primeiro encontro regional após o SET Expo, que aconteceu em agosto, em São Paulo (SP).

O SET Centro-Oeste teve nove painéis que abordaram, entre outros temas, os desafios e oportunidades do 5G, Sistema Mosaico da Anatel, modernização de emissoras, compartilhamento de infraestrutura, negócios e streaming.

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) lançou o curso online “Jornalismo Local Sustentável”, que será realizado entre 21 de outubro e 13 de dezembro.

A programação do curso - gratuito e aberto a jornalistas - prevê quatro módulos: Jornalismo local de qualidade; Territórios e comunidades; Ferramentas digitais para jornalistas; e Jornalismo economicamente sustentável.

Os participantes aprenderão a explorar novas linguagens como dados, podcasts e vídeos produzidos com smartphones, a dominar técnicas para analisar redes sociais e a entender como funciona uma empresa de mídia e seus modelos de negócios.

As inscrições para o curso já estão abertas no site http://jornalismolocal.abraji.org.br/

Página 6 de 211
Image
Associação Brasileira de Emissoras
de Rádio e Televisão.

SAF Sul Quadra 02 Ed. Via Esplanada Sala 101 - 70.070-600 - Brasília - DF


(61) 2104.4600 (geral) ou 08009402140 abert@abert.org.br

(61) 2104.4604 (jurídico) (juridico@abert.org.br)

(61) 99347.0038 (imprensa) (imprensa@abert.org.br)

(61) 99434-9030 (financeiro) (contasareceber@abert.org.br)

© Copyright 2022 ABERT. Associaçāo Brasileira de Emissoras de Rádio e Tv